26 novembro 2014

E o que foi...

E o que foi que você fez?
Parou no tempo e se anulou, fingiu ser menos importante do que os outros. Focou em agradar e não pertencer, ser...

Analisa hoje tudo que fez e como pôde descobrir dentro de si uma segunda pessoa, uma mais egoísta, mais metódica, fria e calculista. Uma que não sabe amar e que não sente, uma que explode.. Que sobrevive entre picos de euforia e melancolia.
 Se deixou levar, se deixou literalmente enganar ao permitir sentir o que os outros queriam, ao que era forçado pelas circunstancias a ser. Acreditou, não em si mas em todo o resto e no fim se permitiu esquecer de quem é, do que foi e do que sempre foi  predestinado a ser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário