15 setembro 2015

analisando...

O ser humano é um ser mutável. Um ser que consegue se adaptar ao ambiente em que está inserido. Apesar dos danos a sua estrutura física, o corpo tem como função primária lutar pelo seu funcionamento. As células lutam para combater os vírus, o corpo encontra maneiras para sobreviver.
Mas a mente do ser humano funciona de maneira diferente. Existe a pressão, o stress, os sentimentos e tudo isso, a mente pode afetar a matéria. Afinal, as palavras são poderosas e dependendo podem fazer o homem parar, desistir e até mesmo fazê-lo pensar que não é capaz de fazer o que sonhou um dia fazer.
A leia da resiliência é abordada por vários campos de estudo como na administração, na física, na psicologia e em muitos outros. Trata-se da capacidade de lidar com traumas, stress, de não ceder a pressão. A capacidade de enxergar em meio ao caos soluções e saber lidar com inteligência situações extremas. Ser resiliente é ser capaz de recuperar o equilíbrio e enfrentar com humildade e sabedoria as situações adversas do dia a dia. 

2 comentários:

  1. Muito interessante essa abordagem tua. Deveras, alguns ficam indefinidamente prostrados em dificuldades que outros até mesmo ignoraram ou desprezam. De onde vem a força que leva alguns a se levantarem?
    Interessantíssimo é o assunto da resiliência! Como esse conceito, inicialmente pertencente à Física, chegou à Psicologia, é interessante notar alguns de seus parâmetros. O principal deles, a figura do mentor ou tutor dessa resistência excepcional. Sabe, tenho uma amiguinha belíssima a quem por um longo tempo eu venho tentando tutorar resiliência. Ela esperneia daqui e dali incapacidades e dificuldades, mas eu não desisto. Ela há se ver um dia do melhor de todos os prismas. Então, nesse dia, terei prazer (e tristeza) em dizer a ela: agora, devo ir... Interessante, não?! Beijossssssss

    ResponderExcluir