15 julho 2014

Furacão

Hoje está difícil. Não quero nem escrever. Estou com um misto de raiva, alegria por algumas coisas e raiva de novo...  vai entender.

14 julho 2014

Bom dia

Olá

Hoje está muito frio, e nem meus pés sinto. A vontade que dá é ficar em casa debaixo de uns... uns 4 cobertores e uma xícara de nescau quente só para acompanhar. Ou um café preto que é menos calórico. Sei lá..

Mas tirando o frio( e nem estou reclamando, antes frio que calor), estou bem. Bem não de uma maneira geral, mas de uma maneira que dá pra continuar. Ontem uma pessoa veio me pedir ajuda sobre transtornos alimentares. Ok, pode rir. Como EU poderia ajudar alguém? Na hora pensei... Cara ela só pode está de brincadeira com a minha cara.
É complicado pra mim só falar disso tudo com alguém cara a cara entende? E lá vem essa bomba pra estourar na minha mão. Fiquei irritada demais na hora. Por que a pessoa chegou em mim e disse que estava com prática bulímica (se é que você me entende), e que isso já fazia uma semana e que praticava- é como se fosse um esporte- essa merda pelo menos duas vezes por dia. Olha, não me julgue mal mas eu não escolhi ter um distúrbio alimentar. Eu não sou feliz com isso, eu não acho legal e nem bonito ter medo de comer, ter medo de engordar, ter medo de sair com amigos por que é LÓGICO que eles vão sair para algum lugar que tem comida.  Aí vem uma pessoa e me diz que está fazendo isso com uma naturalidade que eu não compreendo.
Quando eu parei de comer, não contei para ninguém. Era meu segredo. Era meu desafio pessoal. Se alguém soubesse iriam tentar me parar. E só hoje que consigo ver o quão doentio era e é minha vida em relação a alimentação. Agora essa pessoa... essa pessoa sabe que o que está fazendo é errado. é como se fosse uma modinha para ela. Como se fosse algo legal de se fazer parte. E isso me deixa muito irritada.  Como alguém acha legal ter bulimia? Como alguém acha legal ser anoréxica?

Eu falei para ela parte do inferno que é minha vida nas horas das refeições. O quanto tenho que fingir estar normal na mesa. O quanto paranoica sou a respeito de peso, e comida e balança... e fitas, e números e tuuuuuuudo. Contei que não é bonito, contei que se pudesse pararia com meus pensamentos.Que fugiria de mim...

E no fim só disse o óbvio.: - Enquanto você não quiser parar, ninguém vai fazer você parar.

Ah que hipocrisia kkkkkkk me dá raiva de mim, me dá raiva dela, me dá raiva de repetir o que me dizem e que de verdade? não funciona. Nem eu querendo.