01 maio 2010

You're my best friend, You're my true love

Sinto que nunca mais ficarei sozinha. Como se a certeza que sempre terei você ao meu lado me consumisse...

Não entendo como isso tudo pode ser real até agora. Como você chegou até mim. Realmente não sei explicar, só sei que sei. Que sempre saberei que você é o único!

Dizem que o bom Deus nos dá dicas do que nos prende nesse mundo, pistas do verdadeiro motivo de estarmos aqui. E não digo isso com descrença, afinal quando alguém faz uma pesquisa sobre algo ela também vira objeto de estudo.

Motivo que pode ser estranho ao ver de quem está de fora, bizarro para quem não o quer enxergar, e lindo para quem espera encontrar. A perfeição do olhar profundo, das percepções antes não conquistadas. A porta de um novo mundo que antes nem se sabia que existia...
O amor e a amizade eterna. O céu das possibilidades aberto sobre nossas cabeças!

Não sei dizer se encontrei ou se fui encontrada, enfim o que importa é como um todo a conseqüência de qualquer uma dessas alternativas. Eu estou aqui! E nossa vocês também! Do meu lado, fazendo tudo ter um sentido especial. Tornando cada parte, cada fração de segundo mágico... Vocês são meu país das maravilhas!

amo!

Personagens de tv

Ela morreu, sim morreu!


Quando a conheci ela era mais presente, estava em todos os momentos aqui. Estranho só ter percebido agora sua ausência.
Talvez me fiz o favor de esquece-la pois pensar em seu fim, pensar que de fato ela se fora sugasse minha vitalidade.
Incrível como fotos trazem de volta tudo que a gente enterra, tudo que com esforço mantemos morto, apagado dentro de nós.Não era de se esperar, ela de fato fazia e ainda faz falta.
Não entendo até hoje porque.Destino. Necessidade .Hostilidade contida em sorrisos rasos. Não sei, posso começar a imaginar onde ela possa estar.Com quem, como, sei lá mais o que. Afinal, ela é a prova de que existe membros fantasmas. Não me pergunte o porque de estar lembrando dela agora, agora que estou realmente feliz. Agora que descobri um universo diferente.
Ela ficava lá, sugando como uma esponja tudo que podia, tendo como foco todas as ações e passos.Posso até me iludir pensando que ela possa se lembrar aonde quer que esteja. Talvez não, ela sempre foi péssima com isso. Geralmente nem aniversário se lembrava. O orkut a ajudava nessas ocasiões, de tudo era péssima mesmo com isso. Memória, a sorte e o azar dela era isso, não ter memória! Esquecia-se do ruim, da parte trágica de sua vida.Mas não se lembrava das boas, das tardes de inverno ensolaradas.Totalmente fechada num mundo de imaginações e conflitos impessoais.

Ela era a senhora confusa. Toda a hostilidade do oposto, distribuindo sorrisos...Dramática demais, altruísta demais. Coisa de personagem, de pessoas inventadas para serem modelos do certo.

Ela nem sequer viveu, apenas existiu. A inventaram com o único propósito: Nos deixar loucos, loucos como ela. Provar para todos que a assistiam, que ela era uma parte de nós. Uma parte extravagante de nós. E quem são eles? E quem somos nós?
De acordo com pesquisas, o orçamento ficou alto, o sucesso ficou quase que inexistente e a falha toda se espalhou por ai.
Isso que dá usar outros como referencial, pegar modelos como espelho. Viver cogitando saídas de emergência, substancialmente ilegais ao meu ver. Coisa pouca, quase nada. Pura distração psicológica.


O seriado chegou ao fim!

29 abril 2010

Pensamentos de um chato

"Fazia tempo que não me sentia assim: Vazio. Tempo mesmo!"


A solidão me achou no meio da noite passada.Atormentando-me com pesadelos surpreendedores, com gritos, e até direito a contorções. Não era mais o mesmo, não era mais e não havia percebido. Como pode isso? Posso posso ter mudado?
Meus pensamentos descabidos não eram mais bem vindos, minha vida não tão alegre e nada, exatamente nada poderia me trazer de volta daquele pesadelo. Você já sonhou que estava acordando? Meu Deus, que tortura!
Correndo como se, se eu parasse de fazer tal coisa eu pararia de respirar, sentença de morte entende? Ouvindo o vento chamar meu nome com a voz mais terrível do universo. Pessoas que de repente viravam outras, rostos que do nada pareciam não fazer sentido, como se eu não os conhece-se. Brutal eu diria!

O amanhecer mais terrível que tive, a experiência mais macabra talvez.

E quando realmente acordei de verdade, não acreditei! Me vi deitada em minha cama pensando se estava acordada, ou se ainda estava dormindo... Bizarro!
Demorei para me levantar, e de quebra passei o dia todo pensando naquilo. O dia todo com uma dor de cabeça infernal e de brinde? De brinde a solidão estava presente.
Eu realmente fiquei sem palavras o dia todo. Sem saber, sem acreditar, remoendo em minha mente o que de fato eu havia sonhado... Porque eu tenho a incrível habilidade de fazer o favor de esquecer de tudo!
Estou até agora tentado me lembrar do sonho todo, tentado unir partes, fragmentos das lembranças sem qualidade. E sim, a vontade contraditória de esquecer a noite passada.

E no fim de tudo? Nada parece fazer sentido, nem o pesadelo, nem meu dia gasto em torno dele. Sim, eu perdi um dia!

25 abril 2010

Naaaaaaaaaaaada

'


" Nada se cria, nada se perde, tudo se transforma."


Sobre tudo que já falei, exatamente tudo implica em experiências importantes demais para ficar somente em uma mente que não é dotada de espaço bastante.
O problema de seremos assim, tão irritados conosco. tão significativamente dramáticos, irritantes talvez?
Preocupados demais, seguindo toda regra imposta. Vendando os olhos para tudo que nos cerca, acreditando no que nos dizem, no que eles nos dizem. E quem são eles? O que os deixa tão grandes? Porque?

O poder, o dinheiro, a herança sanguínea, o trampolim que os joga direto no topo. O voto.
Tá me encontro falando de política. Quem sou eu? O que meu voto significa?

Bom, ser analfabeto político não é legal. Reclamar do governo, da vida, do Papa até... Sei lá, reclamar tem sido o plano até agora, o plano dos brasileiros, dos coreanos, americanos, canadenses, até dos marcianos...

E por que diabos pensarei eu em voto no ano da copa? AH pelo amor de Deus!
Saí por ai para ver tudo isso, vi aviões e pistas. Me deparei com poluição visual,com lixo, tudo que nosso planeta é composto.Oxigênio, transito, engarrafamento. E o calor, Deus que calor!

Bendito seja os fabricantes de coca-cola e picolé.

E ai me coloquei nisso tudo, do que sou capaz de fazer. Meu namorado querendo salvar o mundo! E ai eu, claro não o deixarei sozinho nessa loucura...
Parar pra pensar um pouco faz bem,,nem vai dá nó em sua mente. Prometo!

O que Eu posso fazer? E o que posso parar de fazer? poderíamos virar mais humanos por pelo menos cinco minutos?

Mais verde, amor, reciclagem. Menos votos em branco, menos pessoas em cima do muro. Mais amor ao próximo e menos fraudas no mar por favor!