22 agosto 2014

E que o medo da solidão não faça com que a tristeza pareça algo suportável

Demorou para o encontrar. Demorou tempo demais. Mas o conforto que sente ao se deitar ao lado dele, transmite a ela a ideia de que está no momento certo e onde deveria estar. E tudo que passaram serviu para  ensinar a cultivar o que um dia começou entre eles a existir e crescer. E que o que aconteceu antes dele aparecer  serviu para a preparar para o depois dele, para lapidar partes que não deveriam pertencer a sua personalidade e reações que acontecem ao seu redor.

E hoje, ele é a prova de que existem milagres. De que existe- independente do tempo que demore para se encontrar- amor de verdade e confiança em outro ser humano falho como todos que neste mundo vivem. E o medo? O medo da solidão não deve fazer ninguém  aceitar qualquer sentimento e tratamento que oferecem... Por que um dia, quando se menos espera o amor aparece, muda tudo.. e simplesmente floresce!