13 janeiro 2015

Secreto

Olá secreta,


   Hoje a insonia bateu e sua falta... a saudade de seus olhares tímidos e calorosos preencheram cada parte dos meus pensamentos sonâmbulos. Sim, estou lhe escrevendo por que sinto que perdi partes importantes, e que aos poucos estou me esquecendo do que é sentir cada terminação nervosa do meu corpo entrar em colapso ao beijar seus lindos lábios rosados. 
   Parte meu coração pensar que você pode estar passando pelo mesmo, e que pior... pode estar aceitando o abraço da distancia. Me veio a vontade de lhe escrever, de tentar saber o que você tem feito e por onde deve estar andando. Se está se cuidando e se pensa em mim como uma brisa que refresca sua alma em dias quentes como estes que estamos vivendo... Por que é assim que me sinto ao pensar em você. 

    Por que para mim, você continua sendo a brisa que me leva ao paraíso, o rio que me afoga com beleza e o sol que ilumina minha janela. Por favor responda amor secreto, para que um dia meus poemas sobre essas madrugadas de insonia banhados com seu perfume virem livros e que teu nome deixe de ser... Secreto.